Gastos semanais: Semana #9 (30 de Junho a 6 de Julho de 2018)

Nota: como habitualmente, os valores em geral são arredondados.

Gastos na conta bancária:

  • 40€ – gás (mensal)
  • 120€ – encomenda de supermercado

Gastos no cartão de refeição:

  • 38€ – 4 refeições (num dos dias fui só trabalhar de tarde, e por isso almocei em casa)

Gastos no cartão de crédito:

  • 7€ – assinatura do Google Play Music (mensal)
  • 15€ – coisas que suporto no Patreon (mensal)
  • 57€ – servidores alugados, onde tenho os sites (mensal)

Houve também o pagamento dos créditos pessoais (600€, ao todo) e do cartão de crédito que faltava, mas, como anteriormente decidido, não faz sentido incluir isso aqui — só se comprasse alguma coisa a crédito.

O que, infelizmente, vou ter de fazer para a semana — o meu esquentador, depois de 20 heróicos anos (comprado novo em 1998) de trabalho árduo, “deu o berro”, e, pelo que investiguei, os preços habituais de reparações não são propriamente baixos, gasto esse que não me parece fazer sentido para algo já tão antigo. Enfim, se o próximo durar mais 20 anos (até 2038), não me posso queixar. 🙂 E, claro, não vou comprar nada “topo de gama”. Até lá… banhos de água fria. 😛

Resultados:

Gastos totais: 277€
Gastos em entretenimento: 22€ (7.9% do total).

2 comentários em “Gastos semanais: Semana #9 (30 de Junho a 6 de Julho de 2018)”

  1. 57,00€ mensais em servidores alugados… Possas, ainda é um pouco :/

    Está com muitos bons valores, parabéns 🙂

    “38€ – 4 refeições (num dos dias fui só trabalhar de tarde, e por isso almocei em casa)” já anda a negociar com o seu empregador uma redução de horários? 🙂 🙂 🙂

    1. “Está”, “anda”… temos de nos chatear? 😉 (É “estás”, “andas”, etc.. A não ser que queiras que passe a tratar-te por “a senhora”. 🙂 )

      Relativamente aos servidores… sim, já reduzi um bocado (o das estatísticas, que mencionei há tempos), mas neste momento estou a pensar cancelar mais 3, que uso para “laboratório”, que mantenho desde o início do ano. São fraquitos, e por isso mais baratos que o “grande” (onde tenho a maioria dos sites), mas ainda são 5€ cada um, o que dá 15€/mês (ou 180€/ano). Já me foram úteis para umas experiências e para uns artigos técnicos que escrevi para outro blog, mas é certo que não faço nada com eles há uns meses…

      Sim, posso cancelá-los, e, se voltar a precisar, só demoro uns 5-10 minutos a configurar cada um dos novos equivalentes. Vendo por esse prisma, é absurdo mantê-los parados… acho que também os mantive activos para ver se puxava por mim para fazer outras experiências, e aprender/testar várias tecnologias novas, mas efectivamente ando com pouca cabeça para isso, e, ainda por cima, vêm aí as férias…

      Por isso, sim, vou cancelá-los ainda hoje. Obrigado pelo incentivo. 🙂

      Quanto a reduzir horários no trabalho, ainda não. 🙂 Foi mesmo porque tive de tratar de outra coisa, e felizmente no meu trabalho actual são pouco chatos com horários e afins, desde que o trabalho seja bem feito e a horas. 🙂 Mas, um dia, quando já não tiver dívidas e tiver algum dinheiro acumulado, vamos ver…

Deixar uma resposta