Evolução mensal das dívidas #17 (31 de Agosto de 2019)

(valores ligeiramente arredondados, como sempre.)

  • Cartões de crédito: 0€ (igual ao mês anterior)
  • Créditos: 27150€ (menos 260€ que no mês anterior)

Total em dívida: 27150.

Evolução desde o fim de Julho: menos 260€.

Mais um mês sem surpresas. A ver se no próximo mapa de responsabilidades (de 30 de Setembro, que deve sair perto do fim de Outubro) já terá desaparecido o crédito “pequeno”…

Gráfico:

Evolução das dívidas - Julho de 2019

Evolução mensal das dívidas #16 (31 de Julho de 2019)

Era para ter sido ontem, mas afinal é hoje. 🙂

(valores ligeiramente arredondados, como sempre.)

  • Cartões de crédito: 0€ (menos 75€ que no mês anterior)
  • Créditos: 27410€ (menos 260€ que no mês anterior)

Total em dívida: 27410.

Evolução desde o fim de Junho: menos 335€.

O costume, mais uma vez. O próximo deve ser semelhante, mesmo que entretanto já tenha despachado o crédito “pequeno”, já que os mapas de responsabilidades saem uns 20 dias depois da data a que se referem (neste caso, por exemplo, saiu no sábado passado). A ver se o seguinte tem uma diferença maior. 🙂

Gráfico:

Evolução das dívidas - Julho de 2019

Evolução mensal das dívidas #15 (30 de Junho de 2019)

(valores ligeiramente arredondados, como sempre.)

  • Cartões de crédito: 75€ (mais 75€ que no mês anterior)
  • Créditos: 27670€ (menos 260€ que no mês anterior)

Total em dívida: 27745.

Evolução desde o fim de Maio: menos 185€.

Mais uma vez, é natural ocasionalmente ter usado algum saldo do cartão de crédito no último dia do mês — o importante é que é sempre tudo pago a 100%, e por isso nunca pago juros (nem gasto dinheiro que não tenho).

De qualquer forma: 18 meses seguidos a reduzir dívidas. Yay! 🙂

Gráfico:

Evolução das dívidas - Junho de 2019

Não, não há ali nenhum erro — a dívida do cartão de crédito é tão pequena, relativamente ao resto, que não se vê. 🙂

Evolução mensal das dívidas #14 (31 de Maio de 2019)

Inserir pedido de desculpas habitual pela ausência de posts. 🙂 Mais uma vez: trabalho, nenhum tempo para ler (muitas das ideias de temas para posts vêm daí), falta de tempo e ideias para escrever, etc..

Anyway…

(valores ligeiramente arredondados, como sempre.)

  • Cartões de crédito: 0€ (igual ao mês anterior)
  • Créditos: 27930 (menos 255€ que no mês anterior)

Total em dívida: 27930.

Evolução desde o fim de Abril: menos 255€.

Além de serem 17 meses seguidos de redução de dívidas, é a primeira vez que as mesmas descem abaixo de 28000€. É um princípio. 🙂

Gráfico:

Evolução das dívidas - Maio de 2019

 

Evolução mensal das dívidas #13 (30 de Abril de 2019)

Desculpem a ausência de posts; o trabalho anda mesmo complicado, não só no sentido de quase não ter tempo livre, como de ter menos “cabeça” para outras coisas. A ver se mais dia menos dia resolvo esta questão.

Entretanto, e com uns dias de atraso (o mapa de responsabilidades já saiu no sábado)…

(valores ligeiramente arredondados, como sempre.)

  • Cartões de crédito: 0€ (igual ao mês anterior)
  • Créditos: 28185 (menos 250€ que no mês anterior)

Total em dívida: 28185.

Evolução desde o fim de Março: menos 250€.

Mais uma vez, o costume. Cada mês a diminuição de dívidas é um pouco maior (já que, a cada prestação, uma percentagem maior da mesma é usada para reduzir efectivamente a dívida — no início de qualquer crédito, as prestações vão quase completamente para os juros), mas o arrendondamento faz com que pareça igual ao mês anterior; na prática as dívidas baixaram mais 3€ do que em Março, mas não digam a ninguém. 🙂 Gráfico:

Evolução das dívidas - Abril de 2019