Investimento *abaixo* de 100%! Estou preocupado?

Claro que não. 🙂

Expandindo a coisa: ontem vi, desde que comecei a série Acumulação vs. Investimento, actualmente no seu 3º mês, o valor dos investimentos (em comparação com a acumulação, que serve de ponto de referência, a 100%) descer abaixo dos 100% (há uns 10 dias estava em cerca de 104%). Ou seja, por momentos tive menos dinheiro nos investimentos (mesmo contando com dividendos, mas retirando as tarifas do ETFmatic) do que tenho na conta (sem juros, intencionalmente) onde tenho a acumulação. (Digo “tive”, passado, porque entretanto já subiu um pouco, estando neste momento nos 100.57%.)

É este tipo de coisas que tende a assustar quem está a considerar investir na bolsa: a ideia de que o valor das acções compradas “está a baixar“, que “tinha sido melhor guardar o dinheiro“, que isto da bolsa “é como um jogo de azar“, e assim por diante. E, sim, admito que, para quem não se interesse e tenha lido um bocado sobre estas coisas há já algum tempo, isto pode ter um impacto psicológico não desprezável. Eu próprio, quando vi no widget do telemóvel certo valor a vermelho, em vez do habitual verde, tive como primeira reacção o medo — acho que ainda não tenho o “calo” necessário para não o ter.

Felizmente, tenho pelo menos o “calo” necessário para não fazer disparates 🙂 (tipo “pânico!! vou já vender tudo antes que desça mais!!“), e esse medo dura apenas uns segundos: de seguida vem o raciocínio. Tanto o raciocínio mais geral (é natural a bolsa descer e subir ao longo de curtos períodos de tempo, mas a longo prazo a tendência é sempre subir), como o mais específico relativamente a este caso particular (“porque é que a bolsa caiu? Ah, pois, foi o palhaço do Trump que ameaçou a China com mais tarifas outra vez — e desta vez o impacto na bolsa até foi muito menor do que da última vez, no ano passado. As pessoas começam a aprender…1).

Anyway, o importante aqui é: manter o rumo. Investir não deve ser uma questão de se reagir aos mercados 2, mas sim uma questão de se ter uma filosofia de investimento (no meu caso, investir o que puder, todos os meses, num pequeno conjunto de ETFs de index funds 3), segundo a qual, neste caso, os “soluços” da bolsa são não só normais, como algo a ignorar, em geral.

  1. aliás, o Trump e amigos fazem isto intencionalmente: tweetar que vão começar uma guerra comercial (ou por vezes real), as acções em geral descem e eles compram, tweetar que afinal chegaram a acordo, a bolsa recupera, e vendem as acções com um lucro de 5-10%. No caso de milhões de dólares, isto é palpável…
  2. se bem que se tivesse umas centenas de milhares de euros para “brincar”, talvez experimentasse esperar por estas coisas para comprar, e depois esperar que tudo voltasse ao “normal” para vender… mas para já não tenho meios para ir por aí de forma que compensasse, nem estou por isso para aí virado
  3. actualmente uso o ETFmatic para ter menos trabalho, mas também penso diversificar noutros sites e/ou investimentos, como já disse aqui no passado

2 comentários em “Investimento *abaixo* de 100%! Estou preocupado?”

  1. Boa tarde OvelhaOstra,

    Espero que as férias tenham corrido bem 🙂

    Andei atenta esta semana à “nossa” bolsa, só hoje iniciou o dia com valores razoáveis. Fico de pé atras evidentemente.

    Investir na bolsa é isso mesmo avanços e recuos e sem duvida o poder de encaixe para não se ficar em pânico quando se entra em valores negativos/vermelhos.

    Boa continuação e bons investimentos.

    1. Olá. As férias foram boas, obrigado. 🙂 Curtas, infelizmente, mas isso é quase sempre…

      Como eu passo a vida a dizer, estas coisas dos investimentos têm de ser vistas a longo prazo, de forma a “hoje caiu 20%!” não assustar. A tendência das várias bolsas mundiais (sobretudo a americana, e as outras tendem a segui-la) tem sido subir e subir mais, década após década, mesmo quando num ano as coisas correm mal; acabam sempre por recuperar. O ideal é olhar para um gráfico de anos ou décadas, não para um de dias ou semanas.

      Por outras palavras, “hoje está pior do que há 7 dias” significa pouco; o interessante é “se há 5-10 anos tivesse investido X€ nisso (dá em geral para ver os valores da altura), quanto é que teria agora?”. 🙂

      Claro que maus investimentos, como quem comprou Bitcoins na “bolha” no fim de 2017… 🙂

      Mas, como também já disse, penso diversificar mais no futuro, tanto para aprender, como porque até podem existir investimentos que rendam consistentemente mais do que a média da bolsa, como para não pôr todos os ovos no mesmo cesto. Por exemplo, ainda tenho algumas reticências em relação ao ETFmatic — até agora não tenho nenhuma razão de queixa, e quando no ano passado vendi e levantei os investimentos que tinha para pagar mais depressa os cartões de crédito não houve qualquer problema, mas sinto que há ali pouca evolução… o site é relativamente básico, não tem tido novas funcionalidades visíveis, e, talvez mais estranho, os posts que fazem no Facebook e Twitter são menos sobre eles e mais sobre conselhos de investimento genéricos, e não costumam ter “likes” nem comentários. Penso continuar a investir, mas não quero que todos os meus investimentos (ou mesmo metade deles) estejam lá…

Deixar uma resposta