Gastos semanais: Semana #3 (19 a 25 de Maio de 2018)

Nota: como habitualmente, os valores em geral são arredondados.

Antes de começar: além do ordenado e dos lucros dos meus projectos (cujos valores, obviamente, não posso especificar), esta semana entraram também 416€ dos investimentos/poupanças que tinha, e que vendi/levantei. Pôr X% todos os meses em poupanças/investimentos é tudo muito bonito, mas enquanto há dívidas “más” (basicamente, tudo menos a casa), depois de se juntar um fundo limitado para emergências, na minha opinião o dinheiro é muito mais bem empregue a pagar o máximo possível dessas dívidas — cujos juros ao mês são, infelizmente, bem maiores do que aquilo que o equivalente em investimentos pode alguma vez render mensalmente.

Gastos na conta bancária:

  • 600€ – pagamento de cartões de crédito (2 dos 3; ainda estou à espera do extracto do 3º. Sim, podia pagar já, a entidade/referência é sempre a mesma, mas prefiro esperar mais um dia ou dois.) 1 E, antes que pensem que ganho imensamente bem, eu nunca poderia pagar tanto se não fosse o levantamento dos investimentos, mencionado acima…
  • 44€ – seguro de saúde (mensal)
  • 8€ – almoço (num dia em que, por distracção, usei o multibanco em vez do cartão de refeição)
  • 33€ – água (mensal)

Gastos no cartão de refeição:

  • 30€ – 4 refeições

Gastos no cartão de crédito:

  • 110€ – encomenda de supermercado
  • 23€ – assinatura de 2 créditos no Audible (actualmente todos os audiobooks que compro são sobre finanças pessoais ou desenvolvimento pessoal, por isso acho que é um investimento que vale a pena, e assim fica mais barato do que comprar audiobooks individualmente) (mensal)
  • 8€ – audiobook comprado no Audible (parece que me estou a contradizer, não é? Mas o preço deste audiobook em particular era menos do que o de um crédito (pela assinatura), por isso preferi comprar assim e guardar o crédito para uma próxima oportunidade)
  • 8€ – comics assinados no Comixology

Gastos totais864€. Ouch. 🙁 Pelo menos, uma boa parte foi para reduzir dívidas de cartões — neste momento, faz sentido pagar tanto quanto possível, cada mês, até eliminar essas dívidas, já que os juros não são brincadeira.

Gastos em entretenimento (em que não incluo os audiobooks, neste momento — são todos sobre coisas “sérias”): 8€. Nada mau, parece-me; afinal, podia ter sido pior. 🙂

  1. hesitei em considerar isto parte dos “gastos”, já que se depois comprar coisas com os cartões volto a contabilizar isso… mas, por outro lado, acho que é o mais correcto: pagar dívidas é uma despesa como qualquer outra.

Um comentário em “Gastos semanais: Semana #3 (19 a 25 de Maio de 2018)”

  1. Só para situar: ainda falta pagar um dos cartões, como disse (logo que receba o extracto), além dos dois créditos (por débito directo, no dia 1). Tudo isso aparecerá no próximo post das despesas semanais.

Deixar uma resposta